Frete Grátis Acima de $250,00
Entrega discreta
6x sem juros
0 Carrinho
Seu carrinho está vazio no momento.
O que é falta de libido: O que é? Como tratar? Veja o guia

O que é falta de libido: O que é? Como tratar? Veja o guia

Muito mais do que uma questão puramente sexual, a libido está relacionada à saúde e ao bem-estar da pessoa.

Você anda sem desejo e sem vontade de transar, pensando que tem algo de errado? Calma! Você não está sozinhe! Preparamos esse guia completo para você saber quais as principais causas que podem levar à falta de libido e o que fazer para recuperá-la!

Continue a leitura e entenda como o desejo e a atração estão relacionados a questões que vão muito além do sexo. Veja a importância do autoconhecimento e por que manter os exames em dia é essencial para o seu bem-estar sexual!

Vamos lá, mô?!

O que é falta de libido?

A falta de libido pode ser resumida como a ausência de desejo e de atração sexual.

Se sente desanimade só de pensar em se relacionar com alguém ou nem mesmo tem pensamentos relacionados ao sexo? Esses são alguns dos indícios da ausência de libido.

Ah, e não precisa ser apenas a diminuição de desejo de se relacionar com o parceire, viu? Se você não tira um momento para se  masturbar e se conhecer melhor há tempos, pode ser que a carência de libido também esteja te afetando!

Está em dúvidas se o que você está sentindo é falta de libido? Confira alguns dos principais sintomas:

  • Falta de desejo sexual;

  • Desinteresse em se relacionar sexualmente com alguém ou até mesmo em se masturbar;

  • Excesso de preocupação só de pensar em sexo;

  • Não ter nenhuma fantasia sexual;

  • Ver o sexo como uma obrigação;

  • Dificuldade de atingir um  orgasmo;

  • Diminuição na frequência de relações sexuais;

  • Desconfortos nas relações sexuais.

Se identificou com esses sinais? Calma, isso não é motivo para se desesperar ou achar que há algo de errado com você.

Inclusive, segundo  dados do Cresex  (Centro de Referência e Especialização em Sexologia), das mulheres que procuram ajuda médica devido a disfunções sexuais, 48, 5% delas se queixam da falta de libido.

Trata-se de distúrbio bastante comum, mas que até pouco tempo atrás não era muito abordado. Isso porque, como sabemos, a sexualidade ainda é um tabu em vários círculos sociais.

Além disso, vale mencionar que, em muitos casos, o prazer e o bem-estar sexual são abordados pelo ponto de vista de homens cis heterossexuais. Mas se você conhece a pantynova, sabe que estamos aqui para mudar isso!

Falta de libido: Quais podem ser as causas?

A libido está relacionada, antes de tudo, com a regulação hormonal de substâncias como: testosterona, estrogênio e os hormônios do bem-estar: dopamina e ocitocina.

Quando qualquer coisa vai mal, seja por questões físicas, mentais ou até mesmo por a fatores externos, há um desequilíbrio que pode causar a ausência de desejo sexual. Então, aproveite para dar uma olhadinha nas 7 principais causas da falta de libido nas pessoas com vaginas.

1. Desregulação hormonal

Como mencionamos, a falta de libido está diretamente relacionada com o equilíbrio hormonal do seu organismo.

Se você tem problemas como o hipotireoidismo, estresse, má formação das glândulas endócrinas, diabetes ou sofre com a síndrome dos ovários policísticos, pode ser que esses fatores causem a desregulação hormonal.

Consequentemente, é comum que ocorra a falta de desejo sexual. Então, nesses casos, é fundamental compreender o que está causando o desequilíbrio dos hormônios.

2. Dieta desequilibrada

O consumo excessivo de alimentos gordurosos, ultraprocessados ou com alto teor de sódio também costumam causar a baixa da libido.

Isso porque eles podem estar relacionados a problemas hormonais, promovendo a sensação de cansaço e de falta de energia. O segredo está no equilíbrio, tanto na quantidade consumida como na composição nutricional dos alimentos.

3. Conflitos psicológicos

Doenças mentais e distúrbios psicológicos como estresse, ansiedade e depressão podem estar por trás da falta de libido.

Além de causarem a desregulação hormonal, sabemos que, para ter vontade de transar, precisamos estar bem conosco mesmes. E os conflitos mentais vão justamente na contramão do nosso bem-estar e da nossa saúde.

Entre os principais sintomas da depressão, por exemplo, estão a apatia e o desinteresse em atividades que antes eram muito prazerosas, além da indisposição e do cansaço excessivo mesmo para tarefas básicas.

Já em relação à ansiedade é quase paradoxal, pois o excesso de preocupação com a falta de desejo sexual pode baixar ainda mais a libido.

4. Uso de medicamentos

Compostos medicamentosos, sobretudo os controlados, podem causar a falta de desejo sexual – por alterarem o funcionamento do organismo, a falta de tesão costuma ser um dos principais efeitos colaterais.

Por exemplo, os anticoncepcionais impactam o ciclo menstrual, o que pode causar mudanças nos níveis da libido. Já alguns antidepressivos e ansiolíticos podem causar a sensação de apatia e a ausência de desejo.

5. Menopausa

Um dos sintomas da menopausa é a baixa nos níveis da libido. Isso acontece devido à mudança no ciclo menstrual.

Também podemos dizer que há a interrupção na produção de hormônios como testosterona, estrogênio e progesterona pelos ovários.

6. Cigarro

O cigarro pode causar distúrbios hormonais, além de desequilíbrios em todo o organismo.

A nicotina pode, inclusive, alterar o ciclo menstrual, antecipar a menopausa, e, por consequência, limitar o apetite sexual. Portanto, se você gosta de fumar um cigarrinho, saiba que há chance de ele afetar negativamente a sua vida sexual, viu?!

7. Dores nas relações sexuais

Quando algo nos causa dores ou desconfortos, não temos vontade de continuar, não é mesmo?

O vaginismo — contração involuntária do assoalho pélvico — e a falta de lubrificação adequada causam dores no momento da relação sexual, principalmente quando há penetração, e isso acaba gerando ansiedade, excesso de preocupação e limitando a vontade de transar.

Agora que você já sabe as principais causas da falta de libido, confira o próximo tópico para entender como tratar!

Como aumentar a libido?

Assim como a diversidade de causas, as técnicas para fazer com que a libido volte a níveis normais também são variadas.

O primeiro passo é fazer uma bateria de exames clínicos para tentar descobrir o principal motivo da falta de desejo e tratá-lo com um especialista. Após entender a razão, você pode tratar a disfunção, garantindo o seu bem-estar sexual.

Procure ajuda profissional

Após obter o resultado dos exames, é importante procurar um especialista para realizar o tratamento adequado com acompanhamento.

Como as causas podem ser variadas, você pode precisar se consultar com diversas especialidades para garantir o bom funcionamento do seu organismo.

Então, mô, é comum que haja o encaminhamento para endocrinologistas, nutricionistas, psiquiatras, psicólogos, ginecologistas, entre outros! Não se assuste.

Pratique o autoconhecimento

Como as causas da falta de libido estão relacionadas ao estresse, nervosismo, falta de autoconfiança, baixa autoestima e outros conflitos internos, uma das maneiras que podem fazer com que a libido aumente é por meio do autoconhecimento.

Descubra o que você gosta, quais são suas fantasias sexuais, o que te deixa excitade nas relações, quais pontos você gosta em si, e até mesmo a sua  orientação sexual. Afinal, a sua saúde sexual e o seu bem-estar também são partes essenciais do autocuidado.

Planeje sua rotina

Ter uma rotina planejada nos ajuda a estabelecer horários certos para alimentação, atividades físicas, descanso, passatempos etc.

Planejar pode auxiliar o seu organismo a ficar em equilíbrio, aprimorando pouco a pouco o seu dia, fazendo com que a vontade de transar aumente.

Talvez pareça estranho à primeira vista, mas algumas vezes a falta de libido se confunde com falta de tempo. E isso pode ser resolvido colocando o sexo como um compromisso.

Antes de torcer o nariz achando que isso não é natural, veja como um primeiro passo para voltar a ter desejo sexual e prazer no dia a dia. Aos poucos, a atividade sexual volta ao normal.

Faça terapia

Assim como as práticas de autocuidado, a psicoterapia é essencial para nos conhecermos. Ela nos ajuda a descobrir a causa dos nossos medos, inseguranças, desejos, repulsa, paixões e muito mais!

Se a sua falta de libido estiver ligada a algum distúrbio mental, é fundamental procurar ajuda psicológica.

Pratique exercícios

Não somente as atividades físicas ajudam na regulação dos hormônios, como é benéfica para a saúde mental.

Além dos treinos "comuns", como caminhada e musculação, você pode praticar exercícios como o  pompoarismo, por exemplo, que ajudam no fortalecimento do assoalho pélvico — podendo deixar as relações sexuais muito mais prazerosas.

Então, como você viu, quando algo está desregulado no nosso corpo, seja física ou mentalmente, isso impacta o nosso bem-estar sexual.

Ao perceber que o seu apetite sexual diminuiu — e se isso te afeta —, o importante é buscar ajuda profissional e tirar um tempo para o autoconhecimento! Continue se conhecendo melhor, aproveite para conferir o guia do orgasmo feminino!

Acompanhe os nossos posts para os melhores conteúdos sobre sexualidade e bem-estar para todes!


O que é falta de libido: O que é? Como tratar? Veja o guia