desenho de uma pessoa a com a mão dentro da calcinha com o pequenos alertas que evidenciam a vagina.

Masturbação feminina: 11 dicas para fazer sexo sozinha

A masturbação feminina ainda é tabu (pausa para a cara de choque!). E, apesar de muitas pessoas com vagina já se tocarem, são poucas que assumem e trocam experiências com amigues — esse é mais um tabu que deve ser quebrado!

Afinal, nunca foi errado fazer a sua pepeka feliz! Inclusive, é mais do que comprovado que se masturbar faz bem para saúde, pois te ajuda a conhecer melhor seu próprio corpo e saber mais do seu prazer e se sentir bem consigo.

Portanto, se fazer sexo sozinhe te dá prazer, por que não fazer isso parte da sua rotina, né non? O corpo é seu, a vontade e o prazer também e isso é o que importa!!

Antes de começar, é importante entender que masturbação é algo natural e delicioso. Desprenda-se de amarras e preconceitos e se abra para o autoconhecimento.

Fizemos esta lista com dicas infalíveis de como fazer sexo sozinhe de um jeitinho bem gostoso e ter orgasmos incríveis. Afinal, quem foi que disse que precisamos de outra pessoa para sermos felizes, não é? #prontofalei

11 dicas de masturbação feminina

Conhecer o próprio corpo, se sentir bem consigo e se livrar de qualquer tipo de tabu é um caminho certeiro para quem quer gozar gostosinho.

E, nessa jornada, a masturbação pode ser a sua melhor aliada, te proporcionando experiências deliciosas com seu próprio corpo.

1. A masturbação feminina é natural

A primeira dica para quem deseja aproveitar os prazeres da masturbação feminina é entender que não há nada de errado com o fato de você querer se tocar para ter prazer.

De fato, ninguém nos pega pela mão e mostra o caminho – seria mais fácil, né? Aliás, um passarinho verde (médico especialista em sexualidade) me contou que se masturbar é tão normal quanto passear, praticar esportes ou até mesmo se alimentar, sabia?

Pois é, mô! Sem contar que há diversos outros benefícios da masturbação! Vai por mim, será maravilhoso!

2. Sem pressão: reserve um tempinho

A masturbação feminina é feita de detalhes. Mas, quando o clímax é atingido, não há quem pague pelo prazer que toma conta do corpo! Sabe aquela expressão de "ver estrelas"? Ela define bem essa sensação!

Para sentir isso na pele, é importante não se pressionar. Ninguém funciona sob pressão e não seria diferente com a sua pepeka. Pelo contrário, encontre um tempo e um lugar bacana para começar a se tocar e desfrutar de cada resposta dada pelo seu corpo.

Uma diquinha é encontrar um lugar reservado para não sentir medo de gemer, se tiver vontade, viu?

3. Entre no clima do jeito que preferir

Para dar aquela apimentada na hora de bater uma siririca de respeito, coloque uma música de fundo, tome um banho quente, quem sabe em uma banheira? Uma boa taça de vinho para acompanhar também é uma ótima pedida! Sem pressa e sem pressão.

Outro ponto importante é usar a imaginação para despertar os sentidos e o tesão (até rimou!). E na hora de fantasiar vale de tudo:

  • Pensar no mozão;
  • Imaginar aquela celebridade;
  • Criar uma cena quente com u crush;
  • Lembrar de uma transa delícia.

4. Descubra as sensações do seu corpo

Se você quer saber como fazer sexo sozinhe, é preciso entender que transar não é sinônimo de penetração. Se você for direto ao ponto, poderá se frustrar completamente! E não é esse o objetivo, né, bb?

O melhor a fazer é desbravar todo o seu corpo primeiro e estimular cada partezinha — dos pés à cabeça. Corra suas mãos por tudo, passe pela sua pele, sinta o toque das mãos pela barriga, pelas pernas e em todas zonas erógenas do seu corpitcho. Arrisque dar umas pegadas mais fortes nos seus seios, brinque com os seus mamilos... E assim por diante....

Faça uma massagem gostosa por seu corpo, nos lábios (não disse quais) e vá descendo suavemente. Essa estimulação já serve como uma excitação preliminar incrível!

5. Olá! Eu sou sua pepeka!

A pepeka é repleta de terminações nervosas que podem te dar muito prazer.

Você conhece bem a sua? Já olhou para ela "cara a cara"? Que tal pegar um espelho, entender onde fica a uretra, o canal vaginal, a parte externa do clitóris? Isso ajuda a entender melhor e a criar mais intimidade com seu próprio corpo.

O clitóris é uma parte importantíssima da pepeka — responsável pela maior parte dos orgasmos, ele tem mais de oito mil terminações nervosas! Aliás, você sabia que o clitóris é o único órgão do corpo humano destinado exclusivamente para o prazer? Veja:

  • Com os dedos, suavemente, perceba como o seu clitóris é sensível;
  • Utilizando movimentos circulares, comece a estimular o seu clitóris com calma e perceba como o seu corpo responde a essa excitação;
  • Vá alisando o redor da região e descobrindo quais movimentos de dão mais prazer: vertical, horizontal ou circular;
  • Busque o ritmo e a velocidade que te dão mais prazer, aumentando aquela pressão maravilhosa lá embaixo!

6. Experimente toques diferentes e teste variações

O que fazer na hora H quando você tem o total controle nas mãos e a difícil, mas prazerosa missão de atingir o orgasmo? A resposta é: você que escolhe!

Cada pesssoa tem as suas preferências tratando-se de sexo, então a sua primeira tarefa é descobrir qual é o seu toque, qual a sua variação favorita, posição, o que te dá mais prazer? Você vai descobrir quando ficar completamente sem fôlego de tanto tesão, com as pernas trêmulas e com a sensação de estar nas nuvens!

Agora é a hora de usar as mãos e dedinhos, teste dar tapinhas, esfregadinhas e outros toques mais, use a imaginação e vai! Cansou as mãos? Use ainda travesseiros e outros objetos que estejam por perto para dar uma pressãozinha e te ajudar a ter ainda mais prazer.

7. Use lubrificantes íntimos à base de água e com pH equilibrado

Se você ainda não conhece o poder de um bom lubrificante, saiba que ele pode deixar tudo ainda mais gostoso: sério, CONFIA!

Os lubrificantes facilitam o vai e vem — e a penetração, seja com dedos, dildos ou vibradores. Eles são essenciais para se ter mais conforto e prazer na da masturbação (e no sexo a 2 também!).

Use sempre lubrificantes e géis íntimos que sejam à base d'água, que são seguros e compatíveis com camisinha e brinquedos sexuais.

Esqueça vaselinas e outros derivados de petróleo, que fazem muito mal à pele! Além disso, opte por lubrificantes e géis íntimos que sejam testados dermatologicamente, que não contenham substâncias tóxicas, como sulfatos e parabenos e que tenham pH equilibrado.

8. O prazer no clitóris: varie os estímulos

Mais uma vez falando sobre o clitóris! Você descobrirá que ele é o “manda chuva” do prazer do corpo de pessoas com vulva e que, por isso, deve ser tratado com todo carinho e atenção, viu?

O clitóris é muito sensível, uma das principais formas de excitá-lo ao máximo é experimentando diferentes texturas e toques.

Você pode colocar um masturbador texturizado nos seus dedos ou usar um dildo diferente, como o nosso Alpina Flower.

9. Treme, treme, treme!

Se você pensou em vibrador quando viu o título “treme, treme, treme” fique sabendo que acertou em cheio. Afinal, não tem como falar sobre como fazer sexo sozinhe sem citar o par perfeito da masturbação feminina!

Vale dizer que existem muitos tipos de vibradores e que cada um deles tem suas funções e variações específicas. Inclusive, já adianto que não existe um vibrador ideal, o que existe é o modelo que atenda às suas necessidades.

Não tem como dizer qual é o melhor vibrador, o que podemos fazer é indicar que você teste diversos deles para descobrir como o seu corpo reage a cada um!

Se você é nova nesse mundo dos vibradores, conheça o guia sobre tipos de vibradores e escolha o melhor modelo pra você!

10. Mas qual posição escolher?

Quem falou que a transa solo precisa ser sempre deitada? Não, amore, explore novas posições e se divirta conhecendo novas formas de se dar prazer!

Um sexo de ladinho, ajoelhada, com as pernas abertas ou mais fechadinhas... EXISTEM MUITAS! Eu adoro todas e, se fosse você, testaria até encontrar a que te dá mais prazer!

11. Tá no céu? Então o orgasmo chegou

OMG! O AUGE!!!! Se perceber que está prestes a gozar, não pare de se estimular e evite mudar os movimentos que está fazendo.

Continue estimulando até chegar ao orgasmo, permita-se sentir a sensação até o final, sem interrupções!

O momento foi tão intenso que você não sabe se chegou nos finalmentes? Calma, é normal! É por isso que temos um guia explicando como saber se chegou no orgasmo, vem ver!

Gostou das dicas? Está pronte para testar este passo a passo e ter muito prazer? Comece a fantasiar lendo os nossos contos eróticos e deixe sua mente e corpo viajarem até o planeta do tesão!