Frete Grátis Acima de $250,00
Entrega discreta
6x sem juros
0 Carrinho
Seu carrinho está vazio no momento.
Ponto G: Onde fica? Como encontrar? Ilustração de uma mulher se masturbando, com uma mão na vagina. No desenho, a mulher tem a pele verde e feição de quem está sentindo prazer.

Ponto G: Onde fica? Como encontrar?

Você pode até não saber exatamente onde ele fica, mas com certeza já ouviu falar em ponto G, uma das zonas erógenas femininas que colabora na hora do prazer e possibilita aquele orgasmo sensacional e inesquecível.

Diferentemente do que dizem por aí, que esse ponto não existe, aqui vai uma verdade, amore: O ponto G existe, sim! 

Aliás, ele é um dos incríveis recursos do corpo das pessoas com pepeka na hora de ter prazer tanto no sexo acompanhada quanto durante a masturbação feminina.

Vai deixar passar a oportunidade de aprender como estimular esse pontinho? Não, né!

Algumas curiosidades sobre o Ponto G:

>> Todas pessoas que nasceram com vagina têm essa região, que na verdade não é um ponto específico, é uma área da parede do canal vaginal que tem a pele com uma textura diferente, mais enrugada. Essa área é mais vascularizada e, portanto, mais sensível;

>> Quando estimulado intensamente (com dedos, vibradores ou com o pênis), o ponto G eleva a excitação, provocando uma experiência de êxtase e satisfação no corpo inteiro, e orgasmos profundos; 

>> O orgasmo vaginal geralmente ocorre com a estimulação do ponto G, e ele é responsável ainda pela ejaculação feminina - aka squirt. Sim! Ela também existe!

Quer mais, bb?

Nós preparamos um textinho para te explicar onde fica o ponto G e trouxemos algumas dicas para te ajudar a estimular melhor a região e ter mais prazer na hora H.

Use e abuse deste pontinho na transa ou na masturbação feminina e vá diretamente para as estrelas!

Onde fica o "ponto G" e por que ele é chamado assim?

Antes de falar onde está localizado este pontinho mágico, vale a pena explicar o porquê desse nome. “Ponto G” faz menção ao ginecologista que encontrou (ou que primeiro falou sobre) essa zona, o Dr. Gräfenberg.

Obrigada, Gräfenberg, por mapear essa zona erógena e começar a nos mostrar como ter prazer com o ponto G! T

“Mas, afinal, onde fica este tal ponto?”, você deve estar pensando. Calma aí, amigue! Quando o assunto é sexo, vale repetir aquela frase daquele famoso filósofo, que eu não lembro quem: “Relaxa, se não, não encaixa!”.

O ponto G está localizado entre 3 a 7 centímetros para dentro da vagina, pelo canal vaginal mesmo.

Se você colocar seus dedinhos aí pra dentro e ir acompanhando o caminho da felicidade perceberá que há um recuo, um espacinho, que é correspondente a aproximadamente o tamanho de uma moeda. Este é o ponto G!

É claro que as medidas mudam de pessoa pra pessoa, o que não muda é a existência desse ponto. Saber exatamente onde ele está, entretanto, depende da sua procura por ele, ou seja, a prática leva à perfeição!

Uma boa forma de encontrar seu ponto G é procurando!

Como estimular o Ponto G? Confira 5 dicas!

A primeira coisa que você deve entender é que é você quem tem que procurar pelo seu ponto G para depois usá-lo a favor do prazer no sexo acompanhade ou solo. O ponto G pode ser estimulado pelos seus próprios dedos, por um pênis, ou por um vibrador ou dildo com curvatura. Os sextoys são grandes amigos nessa busca, afinal, eles jamais vão se cansar de procurar.

Que tal uma posição confortável para fazer aquela busca minuciosa? Isso pode, e deve, fazer parte da masturbação! Por ser uma região sensível, mesclar o toque no ponto G com estimulações no clitóris, certamente, vai resultar em orgasmos incríveis.

Feito isso, é hora de conhecer algumas dicas que vão te ajudar a explorar o  durante a masturbação ou no sexo. 

1.  Joga a excitação no alto pra começar

A primeira dica sobre como estimular o ponto G é não ir diretamente a ele. Assim como o clitóris, este pontinho será muito melhor explorado e aproveitado se o seu corpo e a sua mente já estiverem no clima do prazer.

Por ser uma região bem sensível, é importante usar de outras estimulações. Na masturbação feminina você pode começar a se excitar lendo um bom conto erótico, por exemplo.

Você também pode começar passando a mão pelo corpo e despertando desejos sem tocar diretamente as zonas erógenas. Afinal, tem que ter vontade e muito desejo!

Quando já tiver "no ponto", parta para as explorações que mais diretas e profundas!

No sexo com o mozão, as preliminares podem ser ainda mais intensas e quentes. Usem e abusem da criatividade e do desejo de vocês para esquentar os corpos antes de sair em busca do ponto G!

2.  Dedos médios, dedos médios, onde estão? Aqui estão...

“Queridos dedos”, é chegada a hora de usá-los! Para encontrar, sentir e ter prazer com o ponto G, é indispensável saber usar seus queridos dedos, ou os dedinhos espertos du parceire.

Como já falamos, o ponto G está há alguns centímetros para dentro da vagina, e a boa notícia é que os dedos podem tocar facilmente essa região!

Aliás, a estimulação com toques é extremamente prazerosa, podendo tanto colaborar com as preliminares quanto ser a transa completa, digníssima de um bom, forte e longo orgasmo.

Na hora de usar os dedos, vale a pena alternar ritmos e pressões. Durante a masturbação, você poderá perceber, por exemplo, que o teto do Ponto G tem uma textura diferente, com algumas pequenas elevações que variam de pessoa para pessoa.

Se estiver na cama com seu par, não tenha medo de instruir sobre como estimular a região. Se necessário, pegue a mãozinha do mozão e mostre onde penetrar e quais movimentos fazer com os dedinhos.

3.  Sexo oral com o crush

Agora uma coisa extremamente importante e pouco falada por aí: Se o sexo oral já é bom, o sexo oral com estimulação ao ponto G é MA-RA-VI-LHO-SOOOOO! 

Como o ponto G está localizado estrategicamente a poucos centímetros da entrada da vagina, é completamente possível, viável e gostoso, estimulá-lo com os dedos enquanto passa a língua por outras partes da vulva, pelo clitóris, pelo períneo... 

Unir esses dois toques pode te levar a orgasmos múltiplos. E, pra deixar tudo ainda mais gostoso, experimentem fazer isso com o GLOSS, o lubrificante beijável, com sabor leve e docinho da pantynova.

4.  Que tal a posição cachorrinho?

Para estimular o ponto G com pênis ou com algum sextoy, caso você não curta uma piroca por ali, a melhor posição é a do cachorrinho, pois ela garante toda a profundidade de que você precisa para explorar a região.

Nessa posição, é possível tocar as paredes da vagina, principalmente a parte superior, em que o ponto G está localizado.

Além do mais, nessa posição você pode aproveitar para estimular o clitóris enquanto é penetrade. A estimulação clitoriana também é muito prazerosa, afinal, esta região do corpo tem cerca de 8 mil terminações nervosas, responsáveis por fantásticos orgasmos.

Unir a estimulação do ponto G e a clitoriana cria um super combo do prazer!

5.  Brinquedinhos eróticos são super bem-vindos

Por fim, vale a pena destacar que você pode ter muito mais prazer sozinhe, na masturbação, procurando e explorando o seu ponto G com o uso de brinquedinhos eróticos como vibradores e dildos. Aliás, sabia que existem vibradores específicos para estimular o ponto G? Pois é, você pode ler mais sobre esses modelos no nosso Guia do Vibrador. 

 

Agora que você já sabe que prática leva a perfeição, não deixe de lado a estimulação do ponto G depois de ter encontrado (e gozado com ele). Continue buscando e experimentando novos estímulos, diferentes toques e crie um repertório do seu prazer.

O ponto G, assim como o clitóris, os mamilos e outras zonas erógenas do corpo, responde de diferentes formas a diferentes estímulos. Teste cada um deles sem medo de ser feliz, combinado?

:::

E para receber dicas incríveis como estas, fofocas quentes, memes e muito conteúdo sobre prazer, autocuidado e bem-estar sexual em primeira mão, assine nossa newsletter!  

 

 

*Conteúdo editado e atualizado em outubro de 2023.


Ponto G: O que é? Como encontrar?