Sexo Tântrico, um guia para iniciantes

Sexo Tântrico, um guia para iniciantes!

A sensação do primeiro toque, do primeiro abraço e do primeiro beijo com x mozão. Quem não sente um friozinho na barriga só de se lembrar do quão incrível foi esse momento? Mas, você sabia que é possível manter essa sensação mesmo nas relações mais longas e que, aparentemente estão desgastadas? Se não sabia, fique sabendo: O Sexo Tântrico é o caminho!

Para reacender o fogo e a paixão, e se ver livre do estresse e da correria do sexo do dia a dia, essa técnica milenar tem se mostrado muito útil.

Em outras palavras, é o antídoto certo para deixar o tédio do sexo “meia boca” de lado e finalmente começar algo que desperta sentidos e sensações indescritíveis, tanto em você quanto em seu par!

E se muita gente já ouviu falar sobre o sexo tântrico, vale dizer que são poucos os casais que realmente sabem o que ele é e qual a sua importância para a rotina do casal. Afinal, indo muito além de alguns toques aqui e ali, essa é uma experiência bem mais interessante!

É justamente por isso que este Guia do Sexo Tântrico foi criado. Quer aprender tudo o que precisa sobre esse assunto? Acompanhe aqui!

O que é Sexo Tântrico?

Conhecido como uma prática que leva a expansão através da consciência, o sexo tântrico tem milhares de anos. Sua origem é indiana e, diferente do que você pode estar pensando, este tipo de sexo vai muito além do prazer pelo prazer. É necessário se conectar com o outro.

Perfeito para restaurar a paixão entre os casais, o sexo tântrico é um remédio para fortalecer o companheirismo, a amizade e a cumplicidade de quem está junto há algum tempo e não sente mais toda aquela paixão e prazer na hora H.

Conectando os corpos e, principalmente, as mentes, o sexo tântrico deve ser praticado para que a experiência a dois atinja a um alto nível de perfeição e o prazer seja intenso!

Por que fazer? Veja alguns benefícios do Sexo Tântrico!

Benefícios do sexo tântrico

Além de tudo o que foi falado até agora, que já são motivos suficientes pra que você queira testar o sexo tântrico, há ainda outras vantagens nesta prática milenar. Confira a seguir algumas das principais:

Empoderamento da mulher

O sexo tântrico com certeza se apresenta como uma forma de possibilitar que a mulher tenha prazer e controle durante o sexo. Afinal, ninguém merece não sentir o clímax na hora H, né non?

Fonte da juventude

Há quem diga que o sexo é a fonte da juventude e quanto melhor for este sexo, com certeza melhores as chances de se manter mais jovem, não é mesmo? E o sexo tântrico com certeza é o melhor sexo a se praticar! Então bora manter essa pele viçosa e brilhante, né amores?

Maior satisfação sexual

Alcançar o orgasmo é uma das formas de ter satisfação sexual, entretanto muitas mulheres passam a vida sem saber o que é isso por não desfrutarem da profundidade necessária durante a transa para atingir esse clímax. Com o sexo tântrico, profundidade é sinônimo de obrigatoriedade para que tudo dê certo.

Menos ansiedade e menos depressão

Há comprovação cientifica de que um bom sexo produz efeitos mais do que positivos para o corpo. Alguns desses efeitos afastam a existência de crises de ansiedade e até mesmo de depressão. Doenças do século, com certeza não estão presentes na vida de quem desfruta de um bom sexo tântrico.

Prazer prolongado

Também é benefício o fato de que o sexo tântrico dura muito mais do que os 11 minutos descritos por Paulo Coelho. O prazer prolongado pode ser melhor explorado e vivido.

Como fazer? O guia do Sexo Tântrico ensina o passo a passo!

Agora que você sabe que o sexo tântrico é muito benéfico para a relação de vocês, que tal explorar o assunto além da teoria? Isso mesmo gata, o convite agora é pra que você programe um tempo para por o tantra em prática! Aproveite para conferir o passo a passo a seguir:

1.  Tenha um tempo para praticar o sexo tântrico

Reserve um tempo para praticar sexo tântrico

A primeira regra a ser destacada no Guia do Sexo Tântrico é que para ter prazer é indispensável ter tempo para praticar tudo isso. Não adianta querer o melhor orgasmo e a maior cumplicidade com o seu par sem se dedicar a isso, certo?

Por isso, escolha um dia em que você e x mozão estejam tranquilos. Sabe quando a cabeça está livre de pensar “Tenho tal boleto para pagar”? Pois é! Esse é um dia perfeito para anotar na agenda como o Dia de testar o Sexo Tântrico.

Reserve pelo menos duas horas para ter esse momento a dois. É claro que pode ser que a transa não dure tanto assim, mas vai que fica bom demais, você não vai querer parar, né non?

No começo, pode ser que você e o mozão não consigam entrar exatamente no ritmo do sexo tântrico, mas lembre-se que a prática leva à perfeição. O importante mesmo é que tanto você quanto seu par se dediquem muuuuuuuuito a explorar esse momento novo.

2.  Invista no cenário em que vocês se encontrarão

Invista no cenário onde você irá praticar

Para sair da rotina e investir no sexo tântrico, o segundo passo e dica é investir um tempo arrumando todo o cenário. Quer explorar novas sensações? Então fuja de tudo aquilo que já é comum e rotineiro entre vocês! O ritual tântrico começa com esta preparação.

Quer algumas dicas sobre como preparar este lugar? Que tal apostar em alguns incensos, boa música e flores cheirosas? Apesar de não existir uma fórmula certa sobre como compor este ambiente, é imprescindível que os gostos pessoais sejam levados em conta.

Por exemplo, se você é louca por chocolate, que tal usar alguns bombons como parte da decoração? Se o mozão gosta de cheiros amadeirados, que tal aproveitar alguns aromas para dar um novo ar ao ambiente?

Outra dica para o cenário, é iniciar a prática do sexo tântrico com um bom banho. Se vocês tiverem uma banheira, melhor ainda, mas se não tiverem, chame x mozão para debaixo da ducha e coloque alguns aromas e velas por perto para dar um up no clima.

3.  Olhe sempre dentro dos olhos

Olhe dentro dos olhos do parceiro ou parceira

Essa é uma regrinha simples, mas que tem muito significado e impacto no sexo tântrico. Olhar dentro do olho do parceiro não é bobagem e você e x mozão precisarão treinar para olhar com cumplicidade, paixão e bastante sinceridade.

É preciso transmitir sentimentos intensos. Dizer o quanto ama e deseja o seu par sem dizer uma só palavra se quer. Vocês não podem deixar dúvidas sobre a intensidade, entende?

Quanto mais profundo for este olhar, mais profundo será também o orgasmo que começa antes mesmo de o seu corpo responder.

Durante essa troca de olhares aproveite para posicionar suas mãos sobre o chakra cardíaco do seu par. Ele se encontra no centro do peito do mozão. Pressione firme, olhe profundamente e não fale nada. Apenas sinta a experiência do novo, de explorar as sensações do sexo tântrico.

4.  Massagem e estímulo sensorial 

Foque na massagem e estimulo sensorial

Mas, não só de olhares é feito um bom sexo tântrico. Pelo contrário: É preciso toque e estímulo também. É a partir deste passo que você vai criar aquela conexão profunda e prazerosa com o mozão, por isso muita atenção a esta etapa!

Primeiramente faça uma massagem para aliviar toda a tensão do corpo do seu parceirx e depois passe para as experiências sensoriais. Sabe a sua língua? Que tal usar ela para lamber pontos do corpo, e não precisa ser necessariamente um sexo oral, ok?

Ao invés de ir direto ao ponto, no sexo tântrico primeiro é preciso tratar de outras questões.

Sinta o cheiro da sua saliva que está sendo deixada pelo corpo do outro. Você sabia que esse cheiro é único por ser uma reação entre os seus hormônios e o do mozão? Essa combinação pode proporcionar uma sensação indescritível e que pouquíssimas pessoas chegam a provar ao longo da vida. E isso porque não se permitem explorar o novo!

5.  Testem a penetração passiva

Teste a penetração passiva

Neste resumo apresentado pelo Guia do Sexo Tântrico a última dica não poderia ser outra a não ser para que você e o mozão testem a penetração passiva. “Mas, o que é isso afinal?”, você deve estar se perguntando! Calma gata, que lá vem a resposta!

A penetração passiva é quando os corpos simplesmente se encaixam sem todo aquele movimento ritmado do sexo convencional. Não existe “vai e vem” ou “vem e vai”. E antes que você sofra – já que esta parte é excepcionalmente prazerosa, né? – vale dizer que o sexo tântrico acontece através de movimentos naturais do corpo.

Ou seja, mesmo que vocês fiquem bem quietinhos e apenas encaixados, o corpo irá reagir ao contato proporcionando, nada mais nada menos do que um dos melhores orgasmos da vida de vocês! É pouco ou quer mais?

Por ser uma filosofia, o sexo tântrico muitas vezes vai além do uso das genitálias para alcançar o prazer. E é justamente isso que deve ser explorado por você e pelo mozão na tão sonhada e esperada hora H.

Gostou de conhecer o sexo tântrico neste conteúdo? Quer conferir outras curiosidades e dicas para apimentar a relação na cama com seu mozão? Então não perca nenhum novo artigo gata! Se inscreva agora mesmo e fique sempre ligada nas dicas da Pantynova.  


Deixe um comentário!