SEXO TANTRICO

Sexo Tântrico: Guia simples e prático para começar a praticar (e adorar)!

Muitas vezes o sexo se torna sem graça, porque é feito sem intensidade ou somente com o objetivo de atingir o orgasmo. As carícias no corpo todo, o olho no olho e a apreciação du parceire estão em segundo plano.

São as mesmas posições, o mesmo local e a mesma pessoa (o que não é um problema). A questão é que uma relação mais profunda e com significado é gostosa e benéfica.

O sexo tântrico surgue como uma alternativa para estreitar os laços e ter muito prazer. Quer saber o que é e como praticá-lo? Venha e se surpreenda com a maravilha que essa prática pode ser para a sua vida e chame u crush para curtir as dicas.

Já ouviu falar em sexo tântrico?

Tradicionalmente, o tantra é uma prática milenar que se desenvolveu na Índia como forma de expandir a consciência. 

Com o tempo, o tantra foi recebendo a influência de outras práticas, como o yoga, além de se fundir com manifestações religiosas e filosóficas, como o budismo e o hinduísmo.

Os ensinamentos tântricos foram modificados e, em vários lugares, foram associados ao sexo livre e sem moderação. Contudo, o sexo tântrico alia sexo à prática de forma que esse momento não tenha o foco nas genitais e no orgasmo, mas sim na conexão entre o casal e na vivência transcedental.

Pode parecer estranho, mas a sensação de mergulhar profundamente em algo – não estamos falando no sentido literal – para os reais praticantes do tantra permite o contato multidimensional, com outros seres biológicos e em várias dimensões.

Para as pessoas que realmente vivenciam o tantra, ele é um caminho para a iluminação mental, espiritual, física e sexual, o que acontece com uma descarga neuromuscular, que libera muita energia e ajuda na expansão da consciência. O orgasmo é semelhante a esse processo, só que menos intenso.

O tantra pode ser praticado por qualquer pessoa, até mesmo por ateus e agnósticos, pois as dinâmicas e meditações, de modo individual ou em grupo, trazem vários benefícios à saúde física, mental e sexual.

Também, o sexo tântrico exige uma conexão entre o casal para que a experiência proporcione relaxamento, prazer, alegria e, principalmente, a conexão (com u parceire, com o cosmos, ou com o que você acreditar).

Se você quer se aprofundar no tantra, procure um centro terapêutico ou especialistas. Com certeza será uma experiência memorável.

E qual é a diferença entre tantra e sexo tântrico?

O tantra é uma prática voltada para o autodesenvolvimento e para a conexão consigo mesme. Existem terapeutas credenciados que orientam a atividade e o foco é no desenvolvimento da sexualidade humana e na liberação da energia sexual, sem vincular isso ao sexo.

Já o sexo tântrico, como o próprio nome sugere, permite que o casal aplique as técnicas tântricas na hora da relação sexual, que se torna um período de envolvimento, descobertas e muito prazer sem a atenção voltada exclusivamente para as genitais.

O contato corporal com consciência traz vários benefícios, porque é muito mais do que um ato sexual:

  • promove bem-estar;
  • diminui o estresse;
  • melhora a autoestima e autoconfiança;
  • mais autoconhecimento;
  • alivia a ansiedade;
  • previne a depressão;
  • alivia tensões;
  • facilita os múltiplos orgasmos;
  • retarda a ejaculação;
  • possibilita uma maior confiança e entrega na relação;
  • melhora o relacionamento do casal;
  • ajuda a tratar disfunções sexuais.

Essa prática, se feita incorretamente, pode facilitar a ejaculação retardada e a perda do apetite sexual. Mas calma, migue, você pode usufruir de todas as vantagens do sexo tântrico ao realizá-lo de modo correto.

Bora aprender!

Como praticar o sexo tântrico

Existem várias técnicas ensinadas em cursos, livros e terapias. Se você não tem condições de adquirir um serviço, pode iniciar em casa e, o melhor, de graça! Basta ter força de vontade para aprender, e com o nosso guia isso se torna mais fácil, não é?

Antes de tudo, comece com o diálogo. Sendo assim, converse com u parceire sobre as suas intenções, estudem juntes, marquem um dia e estejam cientes de que essa prática pode demorar, mas é muito vantajosa para o casal.

Vocês podem iniciar com um banho juntes sem intenção sexual, o que quer dizer que vocês vão se divertir e não praticar sexo. Depois vocês podem ir para um ambiente que esteja preparado para a vivência tântrica.

O importante é que vocês se sintam livres e à vontade para ter essa experimentação. Aproveite as dicas!

SEXO TANTRICO

Conheça-te

O autoconhecimento é fundamental para uma vida feliz em todos os sentidos. Não podemos cobrar do outro se nem sabemos do que gostamos, não é mesmo?

Entender o que te dá prazer irá melhorar a sua relação com outras pessoas, por isso vale experimentar toques, brinquedinhos eróticos, vibradores, lubrificantes e explorar o seu corpo e a sua imaginação.

Também busque fortalecer a sua musculatura íntima, porque isso é importante para o controle orgásmico e para intensificar o ato sexual. 

Ao se conhecer, você desenvolverá também a autoestima e a autoconfiança.

Respiração

Você precisa ter controle da respiração no dia a dia para diminuir o estresse. Sabia que uma respiração controlada e correta intensifica o ato sexual ou a masturbação?

Ao respirar de forma longa e profunda por meio do diafragma (um músculo que fica abaixo dos pulmões), o oxigênio no corpo fica em um nível adequado, o que melhora a percepção das sensações.

Certamente, você quer sentir muito mais do que sente em um sexo comum, pois essa é a proposta do sexo tântrico. Portanto, migue, respire fundo.

Sem pressa

Com certeza você já ouviu o ditado “a pressa é inimiga da perfeição”. Isso quer dizer que o sexo tântrico exige calma, então escolha um dia bom para você e u crush aproveitarem sem interrupções. 

Não fique afobade quando perceber que já se passaram horas e lembre-se: a intenção é que você e u parceire exercitem a conexão entre vocês e entre si mesmes.

Ambiente adequado

No ato, a entrega de vocês deve ser total. Deixe o ambiente limpo e organizado e prepare-o como preferir: com velas, incenso, óleos aromáticos, uma música com mantras ou sem letras, flores e frutas.

Para que o sexo seja relaxante, é importante que vocês estejam sozinhes.

Coordenação e equilíbrio

De nada adianta você respirar rápido se u companheire estiver respirando devagarinho. Ambos devem estar sincronizados em sons e movimentos como uma dança sensual e envolvente.

Alinhem olhares, sussurros, beijos quentes, carícias para que vocês tenham a percepção sensorial aumentada.

Posições sexuais

Para iniciar, prefira posições que estendem o contato entre você e ucrush. Vocês podem se sentar no chão, em cima de almofadas ou de um edredom, porque a cama pode ser desconfortável para executar algumas posições.

Caso haja penetração, ela deve ser lenta e com o controle da energia sexual. Veja algumas posições:

  • de ladinho: a famosa posição “conchinha”, só que feita com mais atenção e carinho;
  • abraço: ambos sentados envolvidos em um abraço e trocando olhares profundos;
  • fusão: um sentade e u outre por cima, ambes levemente inclinados.

Algumas técnicas

  • Giro tântrico – respiração

Consiste em movimentos respiratórios e massagens realizados pelo casal. 

Você ou u crush deve sentar-se confortavelmente em um colchonete (ou edredom). Para você receber a massagem, u parceire deve ficar por trás e movimentar as mãos e os dedos com gestos circulares nas suas costas e no peito, te abraçando por trás.

Enquanto isso, você permanece quiete, com os olhos fechados e concentrade na sua respiração.

  • Controle orgástico

Depois de muita exploração juntes, você e u parceire podem massagear a região genital ou outra área que possibilita o orgasmo.

Estimule-se até sentir que vai chegar ao orgasmo e pare. Você pode fazer isso três vezes ou como for melhor para você, por isso é importante treinar antes e sozinhe.

Assim, juntes vocês poderão aumentar a potência do orgasmo, o que provoca, em muitas pessoas, um êxtase prolongado e forte.

  • Massagem tântrica

Utilize óleos, cremes ou velas de massagem para deslizar as suas mãos no corpo du companheire. 

Os toques sutis promovem uma boa sensação em várias regiões do corpo, como nuca, orelhas, pescoço, colo, barriga e parte de cima da coxa. Desse modo, o corpo todo deve ser explorado com movimentos circulares, pressão variada, unhadas leves, movimentação da língua e o que vocês gostarem.

O contato pele a pele pode acontecer pelas mãos, seios, pés e pelos genitais esfregando na pessoa. O casal deve fazer e receber a massagem, cada um respeitando a sua vez e usufruindo dos toques.

Se jogue, migue!

Amore, é preciso parar um pouco com a correria do dia a dia para relaxar. Tire um momento para curtir com u crush e se entregue. 

Com o sexo tântrico, você pode se conectar consigo mesme e com u parceire. Logo, vocês não podem ter pressa.

Desligue-se do mundo. Nada de pensar em problemas, contas a pagar ou de ter vergonha do corpo. Faça a prática com alguém que você se sinta confortável e converse com a pessoa antes.

Por fim, lembre-se: o que vale é o caminho e não o destino.

Nós desejamos uma incrível experiência para você e sue parceire.

Beijos e até a próxima.