Ilustração_Penetração: Imagem de uma pessoa com vulva sentada com pernas em "borboleta" com um vibrador Dilda em frente à sua vulva

Penetração vaginal é coisa do passado?

Muito tem se falado (e ainda bem) sobre os excessos da cultura falocêntrica e da penetração vaginal como algo fundamental no sexo, e sobre o quanto os homens cis-héteros têm pouco ou nenhum interesse em conhecer o corpo e os desejos da parceira. 

Tanto que a moda agora é [namorar pelado] fazer do sexo oral  ou das “preliminares”, seja lá o que se entende por isso  uma maratona (que, ao contrário daquela sua série preferida, já tem a segunda temporada garantida)!

Isso é bom, não é? Já que os estímulos externos huuuuuummmm… são delícia demais e, afinal, a vagina tem lábios por um motivo que só pode ser: receber beijos, né?! E tem tanto pra ser explorado antes da penetração... Tanto prazer, tantas aventuras, tanta intimidade!

Mas, e como fica aquela parcela das pessoas com vulva que gosta da boa e velha macetada – como vivem (do que se alimentam)? Sexta, no Glooo... Não, peraí! Por que esperar? Vamos falar disso agora! Vem comigo, que este texto é para você, que tem ppk e que gosta de penetração, da boa e velha macetada.

AIIIN, ELU SOCA FOFO (E EU QUERO “A” PENETRAÇÃO)

Aí não dá para defender, né. Ou dá? Aliás, te pergunto: Para ser considerado sexo, tem que ter penetração? (Mas essa é uma pergunta que eu mesma vou responder, a resposta é um NÃO redondo. Não é necessário que ocorra penetração para ser considerado sexo, tá bem!?)

Sexo é definido como a aproximação íntima envolvendo um órgão sexual. Seja vulva, pênis, ânus. O estímulo feito com as mãos, boca ou sex toy é uma prática sexual sem penetração, por exemplo.

“Ok, pode então que eu tenha praticado sexo sem penetração, mas aí nesse caso não corro o risco de engravidar né? NÉ!?”

Eita, amigue, o risco existe, sim. É pequeno, é raro, mas você pode engravidar sem ter sido penetrade. Para ocorrer a fecundação, o espermatozoide precisa chegar até o óvulo, então, mesmo sem penetração, mesmo que o hímen não tenha sido rompido (alô, virgens), esse risco existe se a ejaculação ocorrer muito perto da entrada da vagina.

Sem falar que as ISTs estão aí, né, bb. Por isso, você não deve praticar atos sexuais, seja com penetração ou não, sem o uso de preservativos!

E isso nos leva a outro ponto…

É POSSÍVEL CONTINUAR VIRGEM COM PENETRAÇÃO?

A gente tem que entender que ser virgem é não ter tido contato sexual, e se a gente já chegou até aqui (cof cof cof) já sabemos que existe sexo sem penetração, então, o conceito de virgindade já não existe. Au revoir!

Mas você pode ter brincado muito, explorado muito, gozado e ainda assim não ter havido o rompimento do hímen, que nada mais é do que uma membrana na entrada do canal vaginal.

Ou pode ter ocorrido esse rompimento durante brincadeiras mais quentes com u crush e até mesmo durante a masturbação. Dedos e brinquedos podem romper o hímen e pode ser que isso ocorra sem dor ou sangramento. Sim, você entendeu certo, dedada conta como penetração. E seu vibrador preferido também. 

Mas a gente não ia falar sobre…

TOMA TOMA TOMA TOMA SOCADONA

Cruz quero! Para quem gosta de uma boa penetração, uma socadona de respeito, vamos deixar umas dicas, e a primeira é: conheça seu corpo e o que você gosta.

A maneira mais eficiente de chegar a esse conhecimento é com a masturbação, se tiver uns brinquedinhos, melhor ainda. E se você é principiante no mundo dos vibradores, te apresento o FIRST!

FISRT é um vibro personal, a pilhas, ideal para você começar a explorar seu corpo, suas zonas erógenas e descobrir como e quanto você gosta de ter seu corpitcho tocado, estimulado e penetrado. Assim, quando você for dar aquela sentadona, vai saber até onde pode ir e o jeitinho que você prefere para chegar lá.

Mas, se vossa excelência já for versada no mundo dos brinquedos sexuais e quer uma diquinha mais… substanciosa? Então o GO é perfeito!

Sensual, o movimento é sensual. Sexy, o movimento é bem sexy… Já tá chegando a pantynova com esse modelo tipo rabbit que se garante no vai e vem e vai te entregar a macetada do jeitinho que nooooooossa! Sem contar que ainda tem o estímulo externo para aquele carinho a mais no seu grelinho. 

Fala sério. Gostou, né? Hummm... um vem e vai no nosso corpinho melado é bom demais. E se quiser dar aquele up na sua lubrificação natural ou para penetração anal, que é uma região que não possui essa lubrificação natural, não esquece dos lubrificantes à base d’água, hein! Eles garantem a saúde do seu corpo, do seu vibrador e não oferecem risco de romper o látex dos preservativos.

EU TE DEI LOVE, LOVE, LOVE

Gostasse? Diz para mim se você é #teamchupada ou #teammacetada. Eu sou #teamprazer seja como ele se apresentar, tamo aí na atividade, prontinha para explorar todas as possibilidades, seja sozinha ou acompanhada, acompanhada du crush, dos meus dedinhos ou do meu vibrador! E… por hoje é só pessoal!


Strapon, SIM! Cintaralho, NÃO!
Prazer e desapego: Como ter um PA