Ilustração. Verão aumenta o tesão. Desenho de uma pessoa usando maiô rosa. Ela está ajoelhada como se estivesse na areia da praia. Em cada lado há um coqueiro e atrás dela uma sombra como se fosse fogo. O fundo é azul.

Ai, que delícia o verão! A gente mostra o ombrim e aumenta o tesão

Tá calor aí? Aqui tá calor demais! E eu nem tô falando de fogo no rabo… ou tô? É que verão e fogo no rabo têm tudo a ver! E não sou eu quem tá dizendo, hein. A ciência explica o que 26% das pessoas que responderam ao Censo do Sexo pantynova 2022 atestam: que é no verão que o tesão aumenta ❤️‍🔥 [só 10% se sentem mais safadeenhes no frio]

As férias, o sol, o corpo mais à mostra, a maresia, tudo isso faz subir a temperatura dos termômetros e dos corpos. Ao observar comportamentos de outros animais na natureza, cientistas puderam entender melhor nosso comportamento e concluir que não somos os únicos animais a ter mais libido no verão.

Para a maioria das espécies, a estação mais quente é a mais propícia para acasalar, chocar ovos ou até parir filhotes. Ou seja, nada mais natural que sentir o tesão lá em cima nos dias quentes.

São diversos os fatores que influenciam no aumento da libido no verão, e esse comportamento se principalmente por questões culturais - como as roupas mais curtas e leves, os corpos à mostra, o maior nível de atividades físicas e o fato de passar mais tempo ao ar livre - muitas vezes fora do lugar em que vivemos - causam uma série de transformações químicas no organismo.

Aumenta o som e vem mexer o ombrim enquanto lê este artigo!

ATIÇANDO LABAREDAS NA MINHA MENTE

O calor, por si só, ajuda a aumentar a produção de feromônios (hormônios “sexuais”) e de hormônios relacionados ao prazer, ao amor e ao bem-estar (serotonina, ocitocina e endorfina), que também são produzidos durante e depois das atividades físicas, que se tornam mais constantes no verão.

Basta uma corrida no parque ou na praia, um passeio de bicicleta ou até uma caminhada enquanto toma um sorvete pra esses hormônios atiçarem seu corpinho nos dias mais quente.

O sol ainda é responsável pela produção e fixação da vitamina D, que bloqueia a ação do cortisol, conhecido como “hormônio do estresse”.

Além disso, a luz solar mais intensa e com maior duração também pode ajudar a combater o estresse e o mau humor, fazendo com que a gente tenha mais disposição para realizar passeios, sair de casa, se sentir mais disponível para conhecer pessoas novas ou para estreitar laços.

Todas essas substâncias também interferem no modo como nos vemos: aumentando a autoestima, a autoconfiança e o amor próprio, assim, acabamos com mais vontade de sair e seduzir.

CAINDO NO MUNDO, PELADA NO RIO…

Além da exposição maior ao sol, que causa essa enxurrada de substâncias boas no organismo, o calor faz com que a gente se conecte mais e melhor a outras pessoas. 

Quando se diz que, pelo senso comum, os nordestinos são “mais calorosos” que os sudestinos (ou que sul-americanos são mais carinhosos que norte-americanos) não quer dizer que um povo é mais gentil ou mais grosseiro que outro. A explicação para isso se dá principalmente pelo fator sol/calor. 

Pois é, o “calor humano” normalmente é proporcional ao calor da temperatura. E a explicação está nos hormônios e no metabolismo. Claro que, com o passar do tempo, essas características acabaram se tornando parte da cultura desses lugares.

O verão, pelo menos aqui no Brasil, ainda coincide com o período de férias acadêmicas - e muita gente adulta também tira uns dias de descanso. Os passeios e viagens trazem relaxamento, e o tempo livre permite passar mais tempo com mozão, fazendo nada… ou fazendo tudo que o tesão mandar.

 

Banner com ilustração e link para o conto erótico BBBDSM Brasil. Clique para ouvir o conto.

Quando a piscina da casa mais vigiada do país não dá conta de aplacar o fogo de 3 participantes do reality sexual Big Lover Brasil, rola um ménage que não estava no script do Bolinho. Vem ouvir o conto erótico BBDSM Brasil!