BIG LOVE BRASIL

Big Love Brasil

Conto Erótico - Big Love Brasil

Prefere ouvir? 👩🏻‍🎤 Não tem problema, clique play👇  e ouça o conto erótico narrado por nós.

A casa mais goxtosa e vigiada do Brasil estava bombando nessa tarde de domingo. Havia uma certa tensão no ar, talvez pela iminente votação que aconteceria, talvez pelo fato dos lovers estarem nus na piscina. Impossível saber, não é mesmo? Quem não estava na piscina desfilava seus excêntricos trajes diante das câmeras: corselet adornado com taxas, camisolas de seda curtas o suficiente para não deixar nada a imaginação, coturnos, strapons, saltos, meia arrastão, cueca cavadas, lenços no pescoço, chapéu de cowboy, máscaras de vinil... Eram como um bando de pássaros exóticos prontos para serem observados.

Esse é o Big Love Brasil, senhoras e senhores.

E foi nesse cenário que o DildoFone tocou no quintal e os lovers correram em direção a ele, ansiosos em poderem atender a ligação e, quem sabe, ganhar alguma vantagem.

Foi Alex quem conseguiu atender:

- Atenção, vá até o quarto do líder e faça ele gozar. Se conseguir, ganha imunidade, se falhar, será E-LI-MI-NA-DO. Repetindo, se conseguir, ganha imunidade, se falhar, será E-LI-MI-NA-DO. Você tem dez minutos a partir de AGORA.

Alex largou o DildoFone com pressa e se pôs a correr em direção a casa.

- O que aconteceu? Você pode falar? Onde você vai? – Os lovers perguntavam, mas Alex tinha pressa e não tinha tempo para responder.

Deixou um pé do seu sapato pelo caminho, um Cinderelo sexy, correndo pela casa escada acima. Chegou no quarto do líder, bateu na porta e sem esperar resposta, entrou. Entrar no quarto do líder era como cair direto numa cena de Moulin Rouge e na cama com um lindo dossel de rendas, Paulo chupava Andreia, que gemia com a cabeça jogada para trás. Alex não interrompe a cena sexy que se desenrola em sua frente, mas caminhando pelo quarto analisa o mostruário de toys que ficam na parede a esquerda e que tem uma variedade incrível de lubs, chicotes, algemas, dildos de diferentes tamanhos e vibros, muitos vibros. Ele escolhe um lub a base d’água e se aproxima da cama dizendo:

- O Dildo Fone me disse que preciso te fazer gozar agora para não ser eliminado Paulo.

Paulo interrompe a chupada e olha para Alex.

-Tudo bem. Adreia, amor, a gente pode terminar depois? – Paulo pergunta.

- Aguardo o tempo que for necessário. – Andreia disse saindo e se sentando numa poltrona próxima.

Alex sorri, porque gosta de ter plateia e então, se lembrando que muitas pessoas estariam assistindo a tudo pelas suas casas, começa ficar excitado.

Paulo estava de joelhos na cama, usando apenas um harness e um choker de couro ecológico. Alex se aproximou e beijou Paulo nos lábios, um beijo experiente e cheio de desejo. As línguas se tocavam, mas o momento exigia rapidez, então Alex mordeu os mamilos de Paulo, e mantendo-os entre os dentes ouviu ele gemer em resposta.

Paulo deitou na cama, as pernas abertas num claro convite e Alex beijou sua pele, sentindo o cheiro delicioso do homem a sua frente até chegar aonde queria e perceber que Paulo já estava duro. Chupou o pau dele com maestria, acariciando a bunda dele e engolindo o máximo que conseguia, sugando com sua garganta a cabeça macia da pica daquele macho gostoso.

Quando sentiu que Paulo estava pronto, usando bastante do seu lub fez ele entrar direto em seu cu. Paulo gemeu em resposta, segurando Alex pelo quadril:

-Porra, que delícia..

Alex quicava em cima dele e o homem gemia alto, as mãos de Paulo alternavam entre segurar o lençol, ou o quadril de Alex. Alex tinha uma raba treinada e era mestre em dar o cuzinho. Ajudava o fato de ter passado bons momentos no ofurô brincando com um plug anal a prova d’água. Uma coincidência que poderia lhe render imunidade.

Ficando de quatro, Alex puxou Paulo para si, o peito na cama e mandando ver na rebolada. Colocou mais lub que em contato com a pele fez Paulo gemer de desejo e suspirar. Alex sorriu diante do evidente prazer do parceiro e pensando em como a imunidade era importante nesse momento do jogo, ele tocava uma punheta sentindo que também iria gozar.

- Isso, Paulo, me fode, fode esse cuzinho para o Brasil inteiro ver, fode.

Paulo intensificou a arremetida, Alex se masturbava, buscando também seu gozo. Os gemidos no quarto eram deliciosos, os sons dos corpos colidindo com desejo um no outro, e foi assim que Paulo gozou, explodindo dentro de Alex, que se tocando com a mão entre as pernas, gozou logo em seguida.

Parabéns, oito minutos e quarenta e sete segundos. Você conseguiu”.

A voz metálica que reverberava pelas paredes disse para eles, Alex se deitou na cama ao lado de Paulo, os corpos suados se tocando a respiração voltando ao normal. Ambos ainda de pau duro.

- Eu também quero gozar. – Andreia falou se juntando a Paulo e Alex na cama, os lovers tinham até se esquecido que Andreia estava ali ao lado.

- Você vai precisar nos dar um minuto. – Paulo falou, mas Andreia se deitou entre eles na cama e exigiu:

- Depois vocês descansam, eu quero agora.

- A madame é exigente, heim? – Paulo disse rindo e tocando os seios de Andreia.

- Muito. – Ela concordou abrindo as pernas para Paulo e Alex.

Paulo agarrou os seios dela e mamou neles como se tivesse fome, a língua morna deixando um rastro de calor e desejo pelo corpo de Andreia. Alex se juntou a eles, dando o mesmo tratamento ao outro seio. Andreia gemia e esfregava o grelo loucamente, assistir a trepada deles deixou ela pronta para gozar. Ela se livrou deles com um movimento e foi para o chão, ficando em pé e chamando eles com os dedos.

- Venham aqui, venham.

Eles se aproximaram dela e se ajoelharam, um chupando o grelo e outro o cuzinho dela. Andreia rebolava e gemia, as línguas deles as vezes de tocavam durante a chupada e Andreia segurava as cabeças deles, curtindo o momento, aproveitando a estimulação dupla. Ela mantinha os olhos fechados para não ver quem chupava o que e sentia a língua que invadia o cuzinho dela sondar, chupando com vontade, se enfiando dentro dela de uma maneira que a levava a loucura. Principalmente porque a chupada que ela estava levando no grelo era coisa que se via pouco, a pessoa sabia exatamente exercer o equilíbrio entre pressão e sucção e ela sentiu o corpo vibrar, uma quentura deliciosa percorrendo a pele e se concentrando em seu ventre, que explodiu num gozo forte e longo.

- Ahhhhh... Isssso... É assim, faz assim. – Ela falava enquanto continuava rebolando, e Paulo e Alex não decepcionaram, mantinham o ritmo da chupada até Andreia parar de rebolar entre eles. Paulo e Alex se levantaram e Andreia beijou a ambos.

- Eu sabia que entrar para o Big Love Brasil seria uma experiência única.

- E olha que é só a primeira semana! – Alex falou.

- As aventuras estão apenas começando e juntos vamos fazer dessa edição do Big Love Brasil a mais excitante já assistida.

E para não perder nem um lance na casa mais sexy do Brasil, assine nosso HãHãView. Nunca se sabe quando o DildoFone vai tocar de novo... Fique ligado.

Texto por: Madame Tê

Que tal seguir o nosso podcast e receber notificações a cada nova publicação? Assine o nosso canal no Spotify, ITunes ou Google Play, é grátis! Clique no ícone abaixo para assinar.