Pague c/ boleto ou em até 12x no cartão / Frete Grátis para comprinhas acima de R$ 250 🚚

Carrinho Fechar

Ver Menu Lateral

Crossdresser

segredo erótica crossdresser

#HERSECRET / Crossdresser

Prefere ouvir? 👩🏻‍🎤 Não tem problema, clique play 👇 e ouça o segredo narrado por nós.

Ola gatas, tudo bem? Meninas, eu ando meio confusa com um negócio. Tudo começou em uma festa temática Junina que nossos amigos organizaram, meu boy e eu decidimos ser engraçados e invertemos os gêneros, eu fui de menino e ele de menina. Coloquei maquiagem nele, uma peruca, vestido, meia calça, enfim, fiz uma mega produção, só que agora abri a caixa de Pandora para questionamentos pessoais.

Eu reparei que o jeito dele mudou um pouco quando fantasiado, ele gesticulava muito, afinava a voz pra falar, e eu juro que ele rebolava pra andar, de hora em hora me perguntava se a maquiagem ainda estava boa, e eu sorria, sorria de nervoso, porque a minha intenção era fazer ele ficar ridículo, tipo, era pra ser engraçado. Nenhum dos nossos amigos percebeu nada, da mesma forma que ele se conectou com a fantasia, eu procurei fazer o mesmo, então enquanto eu reparava que ele afinava a voz, eu engrossava a minha, enquanto ele rebolava, eu andava toda dura.

No final da festa os nossos amigos até nos elogiaram, falaram que eramos um casal de artista, que devíamos muito fazer teatro e bla bla bla. No caminho de casa, o boy veio super empolgado falando da experiência, dizendo que achava que fulano tinha ficado excitado em ver ele de menina, tipo, a festa já havia acabado, más a personagem ainda estava nele.

Ele ainda disse que amou a experiência, que me ver tão masculina havia excitado ele e que deveríamos transar invertendo posições, sorri amarelo e disse que sim, que seria interessante, más chegando em casa logo inventei dor de cabeça e disse que teríamos que deixar a experiência pra um outro dia, fiz isso achando que era só fogo de palha e que no dia seguinte todo esse auê desapareceria. E de fato passou, por um tempo, as coisas haviam voltado ao normal, levou pelo menos um mês e algumas semanas.

Anti ontem eu liguei avisando que chegaria tarde e ele disse que tinha uma surpresa pra mim, fiquei atentíssima, quando cheguei em casa, ele havia preparado todo um clima, haviam pétalas e um papelzinho na mesa de centro pedindo para que eu colocasse uma venda e o esperasse na cama, e assim o fiz, achei que estava prestes a ter uma experiência 50 tons de cinza, más para o meu pesadelo não foi, quando ele saiu do banheiro e pediu para que eu tirasse a venda lá estava ele transvestido de novo, só que agora com uma mega produção, uma peruca mais cara, lingerie de marca e sapatos alto, e uma maquiagem bem mais elaborada do que eu havia feito nele, ele certamente estava se preparando para esse dia desde o dia da festa, até unha postiça ele estava usando. Ele estava segurando uma cintaralho e disse todo animado que o dia havia chego, que a experiência da inversão de papeis seria aquela noite.

Meninas, eu não consegui. Agi muito mal e chamei ele de coisas que não me orgulho, brigamos e depois pedi desculpas, más sinto que algo mudou, tenho medo de ter tornado o meu boy gay, ele disse que havia pesquisado sobre isso, que era uma curiosidade crossdresser, más que ele só queria explorar essa fantasia comigo. Eu não sei meninas, eu tenho medo de que isso seja só um ponta pé inicial e que futuramente ele me diga que é uma mulher trans, eu sou hetero, não consigo me imaginar nessa situação, más também fico triste em imaginar que ele esteja passando por todo esse questionamento sem poder falar com ninguém. Socorro meninas, será que sou eu que estou preocupada demais com apenas um fetiche bobo? Desde já, obrigada.

Que tal seguir o nosso podcast e receber notificações a cada nova publicação? Assine o nosso canal no ITunes ou Google Play, é grátis! Clique no ícone abaixo para assinar.

QUE TAL UNS MIMOS?

Vibrador Eletric Ponto G
R$ 29,00
Octopi Sugador Clitoriano
R$ 299,80
Satisfyer Plug Anal Set
R$ 148,50

5 comentários

  • Postado em porMedusa

    Esse fetiche é bem comum. Pense melhor, veja se isso é preconceito seu. Todos nos temos nossos desejos, mas somos reprimidos e muitas vezes não conseguimos pensar em sexo além do convêncional. Converse com seu parceiro,estabeleça seus limites mas não seja injusta julgando os gostos dele.

  • Postado em porEngafim

    Se quiser conversar meu email é engafim@outlook.com. Boa sorte.

  • Postado em porEngafim

    Bom dia. Eu sou homem, casado, tenho filhos e pratico inversão de papeis com a minha esposa.
    Tudo começou quando ainda era solteiro. Gostava de assistir a filmes com travestis, entretanto, sozinho, na minha intimidade.
    Alguns anos após casar, eu e minha esposa trabalhávamos em horários totalmente sem incompatíveis. Praticamente só nos víamos aos finais de semana. Isso foi me deixando louco, pois praticamente não transavamos mais. Isso fez com que eu voltasse a assistir a filmes pornos, principalmente com travestis. Certo dia deixei uma janela aberta com um dos vídeos que assisti e minha esposa o viu. Certamente ela ficou com muita dúvidas sobre mim. Quando cheguei em casa ela foi me pressionando, fazendo um monte de perguntas e quando ela me disse o que viu no computador ela explodiu… ficamos uns dias com a relação estremecida.
    Quando voltamos a normalidade, ela disse que queria assistir um desses filmes comigo. Escolhi um filme, assistimos e transamos em seguida. E isso virou uma rotina.
    Fizemos uma viagem para Salvador e lá decidimos conhecer um motel que tinha uma suíte com vista para uma área de mata atlântica. Lá havia uns sextoys e ela quis comprar um. Eu certamente concordei e deixar ela escolher o que quisesse. Ela escolheu um strap-on. Eu fiquei empolgado com a ideia, mas me contive para ela não perceber. Achei que ela só queria me testar. Então pensei da seguinte forma: eu vou fazer tudo com ela, o que eu tenho vontade e o que ela tiver também. Agindo assim, me senti libertado, sem precisar esconder nada dela.
    Desse dia em diante já fizemos várias coisas que tinhamos vontade,mas mantinhamos em segredo.

    Meu conselho para você: pense bem sobre o fetiche dele, tente aceitar por mais que pareça estranho, converse com ele sobre isso. Quando se sentir confortável para realizar, prepare você a surpresa para ele. E depois dessa experiência, análise o que ocorreu. Se não te agradou, converse com ele novamente sobre isso.

    Se você seguir o meu conselho, me conte depois como que tudo aconteceu.

  • Postado em porEu

    Eu sou crossdresser, minha namorada sabe e curte o rolê. Abri a postagem todo animadinho pelo título, mas sua história é um pesadelo. Se ele teve coragem de falar com você, pega mais leve poxa, você pode não curtir, mas julgar é sacanagem. Todas as vezes que me abri com minha namorada, a coisa mais importante pra mim sempre foi: ela pode não curtir, mas sei que ela não vai me julgar. Não tô querendo te julgar, imagino que deva ser muito difícil pra vc tbm. Roupas não tem gênero, qlqr um pode achar uma calcinha rosa sexy, querer ver alguém usando, ou usar também. E seria assim pra todos, se a gnt não vivesse num mundo tão maluco. Sobre ele ser trans ou gay, calma ai, vai devagar, pode ser só um fetiche. Não tô dizendo que isso não possa acontecer, ou que seja um problema, só tô dizendo que vc n precisa presumir um milhão de coisas. Ele tá querendo dar pra vc, nada mais hetero. Enfim, pega leve, vc n tem q gostar de nada, só pq ele gosta, mas ele n tá fazendo nada de errado ou absurdo, tentar ser mais compreensiva.

  • Postado em porLia

    Ai mana tadinho, fiquei com dó que você disse que xingou ele… Dá uma chance amiga, acho que quando vc ver ele de 4 você vai ficar com tesão (eu amo)

Deixe um comentário

Os comentários serão verificados antes da publicação

You have successfully subscribed!