Aula Prática

#HERSECRET / Aula Prática

Prefere ouvir? 👩🏻‍🎤 Não tem problema, clique play 👇 e ouça o segredo narrado por nós.

Quem nunca se apaixonou por uma professora? Eu tinha 20 anos e estava morando numa cidade nova, poucas sabiam da minha sexualidade na faculdade, apenas os íntimos. Cursava educação física. Então é provável que minha professora de ginástica não entendesse os olhares que eu dava para ela! Ela era linda, tinha cabelos pretos e cacheados, baixinha e com seios maravilhosos!

Era impossível não olhar para eles. Ela sempre vinha dar aula com legging e camiseta de alguma banda de rock. Com o tempo e as conversas descobri que sua banda preferida era Kiss. Eu tinha um boneco de um dos integrantes da banda, era uma peça oficial e bastante rara, eu sabia o quanto ela ia gostar do boneco e queria muito demonstrar que eu gostava dela!

Um dia eu levei o boneco para a aula e deixei ele na carteira, em pé, durante todas as aulas. Quando ela entrou na sala e viu o boneco, ficou eufórica.

- Lari, que incrível! Posso ver?

- Claro que sim, professora!

- Uau! Como é lindo! Perfeito!

- Gostou? - Demais!

- É seu! Um presentinho para a minha querida professora!

- Sério? Meu Deus, eu não acredito? Muito obrigada! Eu nem sei como agradecer!

Ela disse me abraçando, e inevitavelmente passou pela minha cabeça várias formas de agradecimento que me deixariam muito satisfeita!

Quando íamos para a quadra, fazer aulas práticas, eu sempre a ajudava a guardar os materiais numa salinha perto da quadra. Era uma sala pequena, que funcionava como um depósito. Tinha algumas estantes, os materiais de educação física, algumas cadeiras empilhadas, caixas e etc.

Eu costumava preferir as aulas teóricas, pois dentro da sala de aula eu conseguia admirar a beleza da minha querida professora por mais tempo, mas em um belo dia eu adorei ter aula prática! O que não fazemos para agradar uma mulher?

E nesse dia, como sempre, fui ajudá-la a guardar os materiais da aula na salinha. Depois da aula dela era o intervalo, e ela insistiu que poderia guardar sozinha, que não queria me atrapalhar e me fazer perder parte do meu intervalo. Eu respondi que não me importava, que era um prazer estar na companhia dela e eu queria ajudar.

Enquanto eu guardava os halteres ela foi guardar os colchonetes. Terminei e fiquei a observando: ela estava de costas para mim, na ponta dos pés, tentando colocar os colchonetes no alto de uma estante (lembrando que ela era baixinha). Como sou alta, disse pra ela que ia ajudar. Cheguei por trás dela e a ajudei à colocar eles no lugar.

Nossas mãos se cruzaram, eu sentia o seu cheiro, tão perto de mim, e naquele momento perdi a razão! Apenas pensava no quanto eu desejava aquela pequena mulher! E então eu a beijei! Foi um beijo intenso, forte, minha língua invadia a sua boca, enquanto minha mão segurava os seus cabelos e a outra a sua cintura.

Quando eu parei o beijo ela me olhou confusa, eu já estava me preparando para o sermão, quando ela me surpreendeu, beijando-me também! Então eu levantei pela bunda e a coloquei sentada nas cadeiras empilhadas, isso sem interromper o nosso beijo. Então fui beijando o seu pescoço, dando mordidas leves e que não deixam marcas.

Eu parei, me afastei o suficiente para admirar a sua imagem e tirei sua camiseta e seu top. Céus! Quanto tempo eu sonhei com aqueles seios! Eram lindos e gostosos demais! Eu os segurei e levei um deles à boca, passava a língua sobre eles e sorria ao ver como eles ficavam arrepiados, então eu o chupei, me deliciando com os gemidos que ela tentava abafar.

Levei minha boca ao outro seio, segurando-o com força. Com a mão livre eu procurei o seu sexo, sentindo a umidade que atravessava o tecido da legging.Não me segurei e coloquei a mão por dentro da sua calcinha, estimulando o seu clitóris com um movimento ritmado. Ela gemia baixinho, com uma mão puxava os meus cabelos e a outra colocou por dentro do meu uniforme, arranhando as minhas costas. Então me puxou para um beijo e sussurrou no meu ouvido:

- Me fode! - Não precisa pedir outra vez, professora!

Eu respondi sorrindo com malícia, e então a penetrei com três dedos, fazendo ela se contorcer de prazer.Enquanto metia, beijava e mordia a sua orelha e dizia o quanto eu desejei aquilo desde que a vi, no primeiro dia de aula, chamava-a de linda, gostosa e disse que ela tinha os seios mais lindos que eu já tinha visto.

Ela me apertava, me arranha e me beijava, sempre com força. Até que ela estremeceu, eu tampei a sua boca para abafar seus gritos e senti seu líquido escorrer nos meus dedos. Tirei minha mão de dentro dela, levei os dedos à minha boca e me deliciei com o seu gosto. Enquanto isso o sinal tocou, anunciando o final do intervalo.

Eu a beijei, entreguei na mão dela sua camiseta e o seu top e disse que eu nunca esqueceria aquela aulinha particular. Então ela piscou para mim, dizendo: - Eu também não, você é a minha aluna preferida! Depois disso tenho que dizer que estou apaixonada por ela. Queria saber como faço para continuar a sair com ela e se existe algo errado nesta relação. Somos ambas maiores de idade, acredito que não haja problemas.

 

Que tal seguir o nosso podcast e receber notificações a cada nova publicação? Assine o nosso canal no ITunes ou Google Play, é grátis! Clique no ícone abaixo para assinar.


Sugestão de produtos


Deixe um comentário!